Mês: Março 2020

Junta de Freguesia do Samouco: centro de saúde

NOVAS INFORMAÇÕES: Junta de Freguesia já se reuniu com ACES Arco Ribeirinho

A Junta de Freguesia do Samouco reuniu, esta manhã, com o ACES Arco Ribeirinho e representantes do Centro de Saúde de Alcochete, com vista a procurar esclarecimentos e soluções para o encerramento do Centro de Saúde do Samouco, que é agora (e apenas) Centro de Avaliação e Tratamento de doentes COVID-19.

A Junta de Freguesia foi assim informada que os motivos para a escolha do nosso Centro de Saúde para ser este Centro de Avaliação e Tratamento de doentes COVID-19 da região de Montijo e Alcochete se deve às condições do espaço, à segurança dos profissionais de saúde e dos utentes, e também por orientações superiores.

Voltamos a lamentar o facto de nunca a Junta de Freguesia ter sido informada à priori desta decisão, assim como não fora informada do encerramento sem aviso prévio do Centro de Saúde dias antes. Apresentámos também o nosso desagrado com a escolha deste local, essencial à população da nossa vila, pela sua localização no núcleo populacional e por existirem utentes que ficam, assim, privados de cuidados básicos que necessitam, muitos até semanalmente.

Apresentámos também soluções, como a utilização de espaços desportivos e culturais nos concelhos de Alcochete e do Montijo, que não prejudicariam a população do Samouco e o seu acesso a estes cuidados de saúde. A Junta de Freguesia sabe da importância da criação destes centros de controlo da pandemia, mas não está de acordo com a escolha do local por parte do ACES Arco Ribeirinho e manifestou-o por diversas vezes.

Fomos, contudo, informados de que não está pensada nenhuma alternativa ao nosso Centro de Saúde.

Nesse sentido, a Junta de Freguesia dispobilizou-se desde logo a cooperar e procurar soluções para amenizar os constrangimentos que esta decisão traz à nossa população. Como tal, uma vez que nem todas as consultas no Centro de Saúde de Alcochete serão presenciais mas sim via telefónica, a Junta de Freguesia disponibiliza-se a:

1) Recepcionar, via telefone ou e-mail, as necessidades de receituário que existem por parte da população e fará a ponte entre o utente e o Centro de Saúde de Alcochete, pensando no caso daqueles que poderão ter mais dificuldades.

2) Digitalizar e enviar para o Centro de Saúde de Alcochete os exames dos utentes, considerando que esta forma é mais fácil do que ditar os resultados pelo telefone, algo que nem todos conseguirão fazer. Depois, o médico entrará em contacto com o utente, por chamada telefónica.

3) No caso de transporte em caso de extrema necessidade, nomeadamente para aqueles que necessitam de se deslocar semanalmente ao Centro de Saúde, a Junta de Freguesia entrou em contacto imediato com a Câmara Municipal de Alcochete para, em conjunto, se conseguir encontrar uma solução de transporte viável para estas pessoas.

Apesar de continuarmos a discordar e ainda não compreendermos os motivos desta decisão, queremos encontrar as melhores soluções para a nossa população, que merece mais consideração por parte das autoridades de saúde. De referir que o Centro de Saúde sempre foi uma preocupação deste executivo e nunca deixámos de reivindicar mais e melhores cuidados de saúde para todos.

Esperamos que, depois do que estão a exigir da população do Samouco, não sejamos esquecidos e possamos, no futuro, ter os cuidados de saúde dignos que a vila do Samouco merece.

JF Samouco: bancos exterior Centro de Saúde

Centro de Saúde do Samouco passa a ser Centro de Avaliação e Tratamento de doentes com COVID-19

Foi com apreensão e lamento que a Junta de Freguesia foi informada de que o Centro de Saúde do Samouco foi um dos dois Centros de Saúde da Região do ACES Arco Ribeirinho – que envolve os concelhos de Alcochete, Montijo, Moita e Barreiro – destacados para a avaliação e tratamento de doentes com COVID-19. Assim, o nosso Centro de Saúde volta a estar encerrado para os cuidados básicos de saúde da nossa população.

À parte da nossa preocupação clara com esta pandemia com efeitos devastadores a nível mundial, entristece-nos que esta decisão tenha sido tomada sem ter em consideração dois factores muito importantes para a população da nossa vila:

  1. O facto de a população do Samouco ser, maioritariamente, composto por pessoas do considerado grupo de risco;
  2. E especialmente por, nessas condições, e uma vez que o Centro de Saúde encerra para os cuidados básicos, a população do Samouco ter de se deslocar a outros Centros de Saúde, muitas vezes sem condições para essas deslocações;

Depois de termos sido informados, sem aviso prévio, de que o Centro de Saúde estaria encerrado na passada semana e depois dos nossos contactos incessantes que acabaram por reverter essa situação – embora tenhamos tido conhecimento pelas redes sociais e nunca por contacto formal – a população vê-se novamente sem acesso a consultas e outros cuidados imprescindíveis, tendo de se deslocar a Alcochete em caso de necessidade.

Profundamente indignados com esta decisão, remetemos hoje ao Sr. Director do ACES Arco Ribeirinho um e-mail com um pedido expresso de esclarecimento sobre os motivos desta decisão, porque consideramos que a nossa população tem imperativamente de ter acesso a estes serviços, ainda que estejamos numa fase como a que vivemos actualmente.

O comunicado pode ser consultado na íntegra, abaixo:

Encerramento do cemitério e dos serviços administrativos

A Junta de Freguesia informa que, desde o passado dia 21 e 23 de Março, respectivamente, o cemitério e os serviços administrativos da Junta se encontram encerrados.

O cemitério será aberto apenas em caso de actividades fúnebres.

No caso dos serviços administrativos, apenas se cancelam os atendimentos presenciais, sendo que continuarão a funcionar por via telefónica, através do 21 231 55 97 ou 21 805 05 51 ou através de e-mail: geral@jf-samouco.pt.

Estas são apenas mais umas das medidas implementadas pela Junta de Freguesia nestes tempos complicados, de forma a procurar conter ao máximo os riscos de contágio entre a população. Recorde-se que os aparelhos de ginástica foram vedados, a feira semanal de quarta-feira no Mercado Municipal foi suspensa e o Mercado passa a encerrar às 12h00, até indicação em contrário. A Biblioteca da Junta de Freguesia está também encerrada temporariamente.

A Junta de Freguesia lançou também, para ajudar quem mais precisa, a iniciativa “Fiquem em Casa, Nós Vamos por Si”, que se destina a recolher encomendas da população mais vulnerável e entregá-la, através do apoio de voluntários, na casa dessas pessoas, para que não tenham de se deslocar.

Mais se informa também que o Centro de Saúde, que foi encerrado sem aviso prévio e sem esclarecimentos à Junta de Freguesia, já se encontra em funcionamento.

Nesta fase, contamos com o apoio de todos para a implementação destas medidas e pedimos que apelem ao sentido de responsabilidade de todos aqueles que, de uma forma ou de outra, ignoram as indicações das autoridades competentes. Na certeza de que ficaremos todos bem e sairemos desta situação mais fortalecidos, fiquem em casa.

Nos próximos dias: Fique em Casa, Nós Vamos por Si!

Devido ao evoluir da pandemia do COVID-19 e de forma a reduzir o contágio junto da população mais vulnerável, a Junta de Freguesia do Samouco, em parceria com voluntários e o comércio local, lançou serviço de apoio “FIQUE EM CASA, NÓS VAMOS POR SI”.

Este serviço, que pretende auxiliar a população da freguesia do Samouco com + de 65 anos (sem apoio familiar), com doenças crónicas e com mobilidade reduzida, que devem permanecer em casa, permite a substituição dessas pessoas nas deslocações à farmácia e ao comércio local.

Se integra a população alvo ou se tem conhecimento de alguém nestas condições, ligue até às 12 horas das quarta-feira, para 21 231 55 97, e diga-nos as suas necessidades que nós vamos por si e entregamos todas as sextas-feiras.

Vamos passar a palavra e ajudar quem precisa! Em alturas como esta temos de estar unidos.

Junta de Freguesia pede esclarecimentos pelo encerramento, sem aviso prévio, do Centro de Saúde do Samouco

Totalmente alheia aos motivos de encerramento do Centro de Saúde do Samouco, a Junta de Freguesia informa que já apresentou uma reclamação junto do Director Executivo do ACES Arco Ribeirinho, com um pedido expresso para a abertura do nosso centro de saúde, essencial para a nossa população.

Sabemos que atravessamos tempos difíceis mas consideramos que a população não poderá ficar privada do acesso a cuidados de saúde.

O comunicado já se encontra afixado nos locais públicos habituais, mas poderão também lê-lo aqui.

Junta de Freguesia toma medidas em relação ao funcionamento do mercado

De forma a minimizar os riscos de contágio pelo COVID-19 e, sendo o mercado municipal, uma zona de grande aglomerado populacional, a Junta de Freguesia tomou as seguintes medidas:

  • Suspensão, por tempo indeterminado, da feira semanal – realizada às quartas-feiras – sendo que o funcionamento no interior do mercado não será afectado.
  • Redução do horário do Mercado Municipal, passando a encerrar às 12h00.

A toda a população pedimos compreensão e cautela nestes momentos complicados. Respeitem ao máximo as indicações da Direcção Geral de Saúde e sejam responsáveis e pacientes na altura de fazer compras, seja no mercado, na mercearia ou na farmácia.

JUNTA DE FREGUESIA VEDA APARELHOS DE GINÁSTICA AO AR LIVRE

Tendo como objetivo restringir ao máximo os possíveis focos de contágio do vírus e da pandemia do COVID-19 que se verifica em todo o mundo, o executivo da Junta de Freguesia do Samouco tomou, no dia de hoje, a decisão de vedar todos os aparelhos de ginástica existentes na Alameda da Praia e junto aos balneários / sanitários da Praia Fluvial.
Porque julgamos que esta é mais uma forma de evitar a propagação deste vírus, apelamos à compreensão da nossa população. 
Sendo esta é uma preocupação de todos, fazemos também o apelo para que, no dia a dia, a população cumpra com as orientações da DGS – Direção Geral da Saúde.

O Executivo da Junta de Freguesia do Samouco

Brasão Junta de Freguesia Samouco

COVID-19, JUNTA DE FREGUESIA DO SAMOUCO APROVA PLANO DE CONTINGÊNCIA

Considerando como fundamental e imprescindível a protecção da saúde e segurança dos trabalhadores, colaboradores, empresas ou empresários em nome individual que prestam serviço à Junta de Freguesia, assim como da população da vila do Samouco, e tendo presentes as directivas do Governo e da Direcção Geral da Saúde, o executivo da Junta de Freguesia do Samouco elaborou e aprovou, no passado dia 9 de Março, o Plano de Contingência para o COVID-19, que se torna público.

A Junta de Freguesia realça a dinâmica do presente plano, podendo o mesmo, motivado pelo grau de evolução do novo Coronavírus (COVID-19) e das orientações da DGS ou das autoridades de saúde locais, ser actualizado e levar ao encerramento de serviços prestados diariamente à população.

O executivo da Junta de Freguesia agradece a compreensão da população e apela para o cumprimento das diversas formas de protecção, higienização e desinfecção.

Consulte aqui o Plano de Contingência:

Samouco comemora Dia Internacional da Mulher e reconhece publicamente o trabalho da Dra. Fernanda Gomes – Ginecologista e Obstetra

Foi com um Salão Nobre repleto que, no passado dia 8 de março, a Junta de Freguesia comemorou, com a dignidade que merece esta data de extrema relevância para as mulheres, o Dia Internacional da Mulher.

Para o Presidente da Junta de Freguesia, Pedro Ferreira, “este é um dia que deve continuar a ser assinalado e comemorado pois, apesar de alguns avanços, os direitos das mulheres enquanto trabalhadoras, cidadãs e mães, condição necessária para que possam viver, trabalhar e participar em igualdade em todas as esferas da vida, ainda se encontram muito aquém daquilo que é exigido a uma sociedade que se quer evoluída.” Considerou ainda que “hoje, ao contrário do desejável, continua a verificar-se o fosso entre a lei, a vida e as reiteradas promessas de igualdade que têm servido para ocultar as consequências negativas na vida das mulheres, em resultado da generalização da precariedade laboral, desregulação de horários, baixos salários, discriminações salariais, degradação do seu estatuto sócio-profissional, privatização dos serviços públicos e degradação das funções sociais do Estado, ausência de eficácia nas medidas de prevenção e combate à violência doméstica, a par da ausência de mecanismos de proteção às mulheres prostituídas, uma forma brutal de violência deliberadamente desvalorizada e muitas vezes silenciada”, garantindo que a “Junta de Freguesia estará, como sempre esteve, ao lado das mulheres e apoiará todas as ações de luta no combate à exploração, às desigualdades, às discriminações e violências que diariamente recaem sobre as mulheres, contribuindo para uma sociedade seja mais justa e igualitária.”

Sendo o reconhecimento uma forma de estar do executivo da Junta de Freguesia ao longo deste mandato, a sessão solene de comemoração do Dia Internacional da Mulher contou com o reconhecimento público à Dra. Fernanda Maria Ervedoso Gomes, uma “Samouqueira de gema”, no âmbito do trabalho desenvolvido, ao longo de 28 anos de carreira, na especialidade da medicina – ginecologia e obstetrícia, que tem abraçado com o empenho, a profundidade e o humanismo de quem ama, mas, igualmente, com a inquietude de quem procura compreender e seguir o melhor todos os dias em prol da dignidade das mulheres.

Pedro Ferreira, considerou ainda que este reconhecimento também estava intimamente relacionado com o facto de “ser difícil encontrar alguém na nossa vila que não tenha qualquer familiar cujo nascimento não tenha acontecido pelas mãos e inteligência da Fernandinha, nome como é conhecida e gosta de ser tratada”, afirmando que o “Samouco muito lhe deve.”

Concluiu a sua intervenção transmitindo o orgulho que sentiu ao pesquisar na internet e “ver muitos comentários carregados de elogios em diversos fóruns, fazendo referência à Dra. Fernanda Gomes como uma médica atenciosa, sempre disponível, meiga, simpática, excelente, muito humana, que nos acalma e com grande coração.”

Numa sessão carregada de emoção, a Drª Fernanda Gomes, agradeceu o gesto da Junta de Freguesia afirmando, com a sua humildade característica, que este era “um reconhecimento a uma pessoa simples e a todas as mulheres”.

A sessão contou também com as intervenções do Presidente da Câmara Municipal de Alcochete, Fernando Pinto, que se referiu à importância da celebração deste dia.

Após uma oferta simbólica a todas as mulheres, seguiu-se um momento musical pelo “Duo Contratus” que deliciou todos os presentes, que puderam ainda degustar o tradicional Bolo de Soda do Samouco.