Santo Padroeiro São Brás

Santo Padroeiro São Brás

SÃO BRÁS, BISPO E MÁRTIR – PROTETOR CONTRA OS MALES DA GARGANTA E DOS ANIMAIS.

São Brás nasceu na cidade de Sebaste, Armênia perto do ano 300. Sofreu o martírio, em 316, por ordem do governador Agrícola, no império de Licínio.

Este santo Bispo, depois de flagelado, foi pendurado num andaime e com pentes de ferro descarnado. Tentaram ainda afogá-lo e por fim degolaram-no.

Brás significa “brasa”, isto é, chama de amor a Deus e ao próximo. A vida heroica deste santo é um estímulo para que também nós mantenhamos acesa nas nossas almas a brasa da fé, que no meio das trevas arde de zelo, fidelidade e intrepidez a favor do bem.

São Brás foi um homem de fé, valoroso médico que não só curava as pessoas das suas doenças, mas também dos males da alma. Tinha grande compaixão pelos mais necessitados e usava o seu oficio para ajudar a todos sem discriminação.

Com as suas palavras, incendiava o coração dos que o ouviam e, com os milagres que fazia, convertia-os à Fé no Senhor.

Um dia, uma mãe desesperada procurou – o porque o seu filho estava quase a morrer com uma espinha encravada na garganta. São Brás olhou para o céu, rezou e, em seguida, fez o sinal da cruz na garganta do menino. No mesmo instante, ficou milagrosamente curado. Por esse milagre, até aos dias de hoje é invocado para curar os males da garganta.

Um outro milagre foi a recuperação de um porquinho de uma pobre mulher, levado por um lobo, e que foi recuperado são e salvo. A agraciada, como gesto de reconhecimento, levou alimento ao prisioneiro e uma vela para iluminar cela.

É invocado em todos os lugares do mundo, quando qualquer pessoa se engasga: “São Brás te proteja.” Ou simplesmente: “São Brás.”

Nas Igrejas de todo o mundo a bênção é feita especialmente no seu dia, com duas velas cruzadas sobre a garganta dos fiéis.

O seu culto expandiu-se, tanto no Oriente como no Ocidente, a partir do século VIII, invocando a sua bênção tanto para os doentes como para os animais.

Os cardadores invocam‐no como patrono, pois foi submetido aos pentes de ferro, quando era martirizado. Na Rússia é tido como advogado especial nas doenças dos animais.

É celebrado no Ocidente em 3 de Fevereiro. Neste dia as mães levam os filhos à Igreja para a bênção das gargantas. Na Paróquia de S. Brás de Samouco a sua festa é celebrada no dia 3 de fevereiro. Sempre que este dia calha à semana, a sua festa é deslocada para o Domingo mais próximo.

Na Paróquia de S. Brás de Samouco a sua festa é celebrada no dia 3 de fevereiro.