Notícias

Junta de Freguesia do Samouco volta a apoiar no preenchimento e entrega das declarações de IRS

Sendo obrigatória a entrega da declaração de IRS através do Portal das Finanças, pela Internet, e tal como o ano anterior, a Junta de Freguesia do Samouco irá apoiar a população no preenchimento e entrega da referida declaração relativa ao ano de 2018.

Entre 3 de Abril e 30 de Junho, as pessoas singulares, trabalhadores dependentes, pensionistas e reformados, recenseados na nossa freguesia e titulares dos rendimentos das Categorias A (Trabalho Dependente) e H (Pensões) poderão dirigir-se às instalações da Junta de Freguesia, a fim de serem auxiliados neste processo.

Consideram-se não incluídos neste apoio os titulares que tenham auferido outro tipo de rendimentos, como de Trabalho Independente (regime simplificado, acto isolado ou contabilidade organizada), de Capitais, Prediais (rendas), de Mais-Valias e Outros Incrementos Patrimoniais (títulos de investimento, como acções), de Herança Indivisa ou Obtidos no Estrangeiro.

O apoio será realizado no seguinte horário: de segunda a sexta-feira – das 10H às 12H e das 14.30H às 17H.

Para mais informações, consulte a Junta de Freguesia através do 21 231 5597.

Workshop de Cola Quente – Sala do Coreto

O Centro Comunitário Cais do Sal, em conjunto com a Cercima, promove um Workshop intitulado “Cais Art – Workshop: Cola Quente”, no dia 1 de Abril, das 14h30 às 17h00 na Sala do Coreto, no Samouco.

O Workshop é gratuito, mediante inscrição através do 21 234 03 80 ou através do e-mail caisdosal@cercima.pt.

Junta de Freguesia do Samouco: brasão

Assembleia de Freguesia aprova Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2020

A Assembleia de Freguesia aprovou, na sessão realizada no dia 23 de Dezembro, por maioria com votos a favor da bancada da CDU e votos contra das bancadas do PS e do PSD, as Grandes Opções do Plano e o Orçamento para o ano de 2020, no valor de 102.798,93 euros.

As Opções do Plano e Orçamento aprovados refletem propostas de intervenção com o objetivo cimeiro de promover mais e melhor qualidade de vida para todos aqueles que vivem ou visitam a Vila do Samouco. Refletem também, a confiança com políticas e medidas concretas que não porão em causa as contas da freguesia, o rigor da gestão, a equidade no exercício de um Poder Local Democrático.

Nos documentos aprovados destacam-se diversos investimentos como a colocação de uma cobertura/alpendre na Extensão do Centro de Saúde de Alcochete no Samouco, para abrigar os utentes durante o período de espera para marcação de consultas, o projeto “Acessibilidade para todos no Samouco” através do rebaixamento de lancis junto às passadeiras ou elevação das mesmas, a substituição de alguns equipamentos de ginástica ao ar livre, localizados na Praia Fluvial e na Alameda da Praia e a remodelação da Praça José Coelho.

De destacar ainda a realização de rastreios à população, em diversas áreas como a glicemia, colesterol, pressão arterial, pulso periférico e a promoção de colheitas de sangue, o desenvolvimento do projeto CED – Capturar, Esterilizar e Devolver, iniciativa que procurará envolver os cuidadores das colónias de gatos existentes na freguesia, sendo um método eficaz de controlo das mesmas e de redução das populações felinas silvestres e o funcionamento do Gabinete de Consulta Jurídica à população.

No ano de 2020, serão diversas as realizações que serão desenvolvidas, com destaque para a comemoração de datas e efemérides como o dia internacional da Mulher, o dia da Juventude, o 25 de Abril, o dia Mundial da Criança, a elevação do Samouco à categoria de Vila e o Natal, as “Noites de Verão”, de exposições temáticas, da “Feira Samouqueira”, iniciativa que tem por finalidade promover a exposição, venda, compra e troca de artigos em segunda mão, nomeadamente: livros, brinquedos, mobiliário, discos, moedas, selos, acessórios, roupas, porcelanas, do passeio anual dos reformados, pensionistas e idosos da freguesia, das “Férias Desportivas” e “Uma noite no Pavilhão”, da 5ª edição do concurso de desenho “Samouco nas mãos de uma criança”, do desfile de Carnaval e a festa de Natal das crianças do jardim-de-infância, da escola do ensino básico e do CENSA e da Assembleia de Freguesia Infantil.

A Junta de Freguesia continuará a prestar o apoio a todas as coletividades da freguesia, à Comissão das Festas Populares do Samouco, à Associação Humanitária Bombeiros Voluntários de Alcochete e à CERCIMA.

Continuará também o seu trabalho reivindicativo, junto dos organismos competentes, para que a Extensão do Centro de Saúde de Alcochete no Samouco seja dotada de mais e melhores serviços de saúde, para a existência de um Posto/Loja de Correios e de um policiamento de proximidade na Freguesia.

Na Assembleia de Freguesia foi ainda aprovado, por maioria com votos a favor da bancada da CDU e votos contra das bancadas do PS e do PSD, o mapa de pessoal para o ano de 2020.

O executivo da Junta de Freguesia lamenta a atitude irresponsável e silenciosa dos eleitos da oposição em relação a todos os pontos da Assembleia de Freguesia, não se manifestando sobre o seu sentido de voto ou discutindo qualquer ponto.

Esta é uma data que, para nós autarcas e para a população do Samouco, deve ser encarada com enorme orgulho”

No passado dia 15 de Dezembro o Salão Nobre da Junta de Freguesia foi palco da sessão solene comemorativa do 15º aniversário da elevação do Samouco à categoria de vila.

 Em 9 de Dezembro de 2004, a Assembleia da República, aprovou por unanimidade, um projecto de Lei, com um artigo único: A localidade de Samouco, sede de freguesia do mesmo nome, no concelho de Alcochete, é elevada à categoria de vila.”

O Presidente da Junta de Freguesia referiu que “esta é uma data que, para nós autarcas e para a população da Freguesia de Samouco, deve ser encarada com enorme orgulho… que nos marca, que nos move de grande alegria, que nos enche de orgulho.”

Orgulho porque, hoje relembramos a evolução da nossa terra ao longo dos anos, a forma como foi crescendo, como a população foi tendo melhores condições de vida e como se foi dotando de equipamentos. Orgulho, porque hoje também relembramos e reconhecemos o papel das colectividades, de uma das mais importantes conquistas de Abril, do Poder Local Democrático e o trabalho de mulheres, de homens e de instituições que muito contribuíram para que fosse possível termos atingindo este estatuto que muito nos honra.”

Aproveitou para sublinhar que “estamos numa altura em que o Poder Local Democrático continua a ser fortemente atingido, onde se assiste ao empurrar de encargos para as autarquias e a um desresponsabilizar do Estado num processo de descentralização que agravará desigualdades e prejudicará a população” e que “as freguesias necessitam de um quadro de competências próprio, claro, universal, preciso e delimitado das freguesias (com os respectivos meios), pois constitui atribuição inata das mesmas a prossecução dos interesses das populações, mediante as necessidades colectivas de cada comunidade.”

Destacou que “descentralizar envolve a regionalização, pois sem a qual não haverá uma delimitação coerente de competências entre os vários níveis de administração, incluindo a transferência de poderes para planear, programar e executar as infraestruturas e equipamentos necessários.”

Lamentou ainda “os constrangimentos que, a todo o custo, diariamente alguns nos tentam impor, na certeza de que continuaremos a nossa gestão autárquica com confiança, determinação, e disponibilidade, de forma séria, empenhada, transparente, rigorosa e exigente, de equidade, tendo presentes os desígnios do Trabalho, Honestidade e Competência, factores essenciais para encararmos este compromisso para fazer mais, para fazermos cada vez melhor, para com a população podermos continuar a fazer do Samouco uma vila onde continue a dar gosto residir e visitar.”

Nas comemorações do 15º Aniversário da Elevação do Samouco à categoria de Vila, o Executivo da Junta de Freguesia, reconheceu e agradeceu publicamente o enorme trabalho e o contributo da direcção da Sociedade Filarmónica Progresso e Labor Samouquense, para a promoção da cultura da nossa terra.

Pedro Ferreira, aproveitou a cerimónia para recordar que “o dia 1 de Dezembro de 2019, o dia do centenário da Sociedade Filarmónica, me marcará, nos marcará, para sempre. Um dia de enorme orgulho, emoção e satisfação que são indescritíveis.”, sublinhando que foi “um dia repleto, que começou com a inauguração do monumento aos 100 anos Sociedade Filarmónica Progresso e Labor Samouquense, cumprindo o executivo da Junta de Freguesia mais uma promessa eleitoral sufragada pela população em Outubro de 2017.”

Referindo-se à direcção da Sociedade Filarmónica, enalteceu o trabalho de “um grupo de pessoas que, diariamente, faz desta uma colectividade com uma actividade intensa, múltipla e vitalidade invejáveis… que, diariamente, se empenha, trabalha, veste a camisola, rouba tempo à família, perde dias e noites, concorrendo para um objectivo comum, elevar o nome da Sociedade Filarmónica e, consequentemente, da vila de Samouco.”

A sessão solene foi ainda abrilhantada pelo Ensemble de Clarinetes e Percussão da Sociedade Filarmónica, que, de forma sublime, alegrou todos aqueles que marcaram presença.

Confira aqui as fotografias:

Comemorações do 15º Aniversário de Elevação do Samouco a vila

Decorrem este domingo, dia 15, as comemorações do 15º Aniversário de Elevação do Samouco à categoria de vila. Foi no dia 9 de Dezembro de 2003, há 15 anos, que a Assembleia da República aprovou por unanimidade a elevação do Samouco à categoria de Vila.

A 30 de abril de 2003 foi entregue, por cinco deputados do Partido Comunista Português na Assembleia da República, o Projecto de Lei nº 283/IX, datado do dia anterior, com o seguinte título – Elevação do Samouco, no concelho de Alcochete, à categoria de vila.

Para comemorar esta data que tanto nos apraz e enche de orgulho toda a população do Samouco, realiza-se dia 15, Domingo, pelas 15h30, uma sessão solene, com discursos do Presidente da Junta de Freguesia do Samouco, Pedro Ferreira e da Câmara Municipal de Alcochete, Fernando Pinto, seguido de um Reconhecimento público à direcção da Sociedade Progresso & Labor Samouquense que, no passado dia 1 de Dezembro, celebrou o seu 100º Aniversário.

O apontamento musical fica a cargo da Ensemble de Clarinetes da SFPLS, terminando a cerimónia com o corte do bolo de aniversário.

Convidamos toda a população a estar presente!

Estátua do Cavador

Samouco é vila há 15 anos!

15º Aniversário da Elevação do Samouco à categoria de Vila

Celebram-se hoje, 9 de Dezembro, 15 anos que a Assembleia da República, aprovou por unanimidade, a elevação de Samouco à categoria de Vila.

Em 30 de Abril de 2003 foi entregue, por cinco deputados do Partido Comunista Português na Assembleia da República, o Projecto de Lei nº 283/IX, datado do dia anterior, com o seguinte título – Elevação do Samouco, no concelho de Alcochete, à categoria de vila.

Além de razões de ordem histórica e da enumeração de equipamentos colectivos, de serviços e das associações, o Projecto de Lei concluía o seguinte:

Assim, quer pela diversidade de equipamentos, quer pelas actividades económicas e sociais e pelas potencialidades urbanísticas em desenvolvimento, Samouco possui os requisitos estabelecidos pela Lei n.º 11/82, de 2 de Junho, para ser elevada à categoria de vila, pelo que os Deputados do Partido Comunista Português abaixo-assinados, ao abrigo das disposições constitucionais e regimentais aplicáveis, apresentam o seguinte projeto de lei:

Artigo único – A localidade de Samouco, sede de freguesia do mesmo nome, no concelho de Alcochete, é elevada à categoria de vila.

Esta é uma data que deve ser encarada com enorme orgulho, porque comemorar a elevação do Samouco à categoria de Vila é relembrar a evolução da nossa terra ao longo dos anos, a forma como foi crescendo, como a população foi tendo melhores condições de vida, como se foi dotando de equipamentos. É reconhecer o papel das colectividades e uma das mais importantes conquistas de Abril, o Poder Local Democrático.

A sessão solene das comemorações realiza-se no próximo dia 15 de dezembro, Domingo, um momento onde será reconhecido o trabalho da Sociedade Filarmónica Progresso e Labor Samouquense, através da sua actual direcção.

Junta de Freguesia homenageia a SFPLS pelo seu centenário com a criação de um monumento

Em homenagem à SFPLS – Sociedade Filarmónica Progresso & Labor Samouquense pela comemoração do seu 100º aniversário, a Junta de Freguesia irá inaugurar um monumento em honra da SFPLS. No dia 1 de Dezembro, data do aniversário da SFPLS, pelas 11h00, na Praça José Coelho, a Junta de Freguesia convida toda a população a assistir à cerimónia.

Este é o programa:

  • 11h10 – Descerrar do Monumento
  • 11h15 – Benção do Monumento pelo Pároco Jorge Lajes Almeida
  • 11h20 – Intervenção do Presidente da Sociedade Filarmónica Progresso & Labor Samouquense, Dário Moura
  • 11h30 – Intervenção do Presidente da Junta de Freguesia do Samouco, Pedro Ferreira

Esta é uma homenagem muito meritória, símbolo do reconhecimento público do trabalho realizado pela nossa Sociedade, que tão bem tem elevado o nome do Samouco, ao longo deste centenário, nas várias áreas e actividades que dinamiza. Com este monumento queremos deixar imortalizados os fundadores e trabalhadores da SFPLS, que tanto contribuíram para o seu sucesso e que hoje se podem orgulhar do trabalho desenvolvido.

Que continuem a elevar o nome da nossa vila! O executivo da Junta de Freguesia congratula a SFPLS por este marco histórico.

O Natal no Samouco – conheça todas as actividades da Junta de Freguesia

A menos de um mês para o Natal, a Junta de Freguesia organizou uma série de actividades para a população – miúdos e graúdos.

➡ Todas as quartas-feiras e sábados, até dia 24 de Dezembro (Véspera de Natal), passe pelo Mercado de Natal
– Artesanato no Mercado Municipal.

➡ A partir desta sexta-feira, dia 29 de Novembro e até dia 6 de Janeiro, a Junta de Freguesia iluminará a Igreja de S. Brás com as luzes de Natal.

➡ De 4 a 17 de Dezembro, não perca a Feira do Livro, na Biblioteca da Junta de Freguesia.

➡ No dia 16 de Dezembro às 10:00 na Sociedade Filarmónica Progresso e Labor Samouquense, para além da Festa de Natal dos estabelecimentos de ensino e oferta de lembranças às crianças, não perca a Peça de Teatro: “A casa dos doces”.

➡ No dia 18 de Dezembro às 14:30, na Biblioteca da Junta de Freguesia, leve as suas crianças a assistir ao Conto de Natal: “Feliz Natal Lobo Mau”, de Clara Cunha.

➡ No dia 19 de Dezembro às 14:30 no Salão Nobre da Junta de Freguesia, há sessão de cinema com o filme de Natal: “Grinch”.

➡ No dia 20 de Dezembro às 14:30, na Biblioteca da Junta de Freguesia, participe no Atelier de Natal: “Vem construir
a tua árvore de Natal”.

Contamos com a vossa participação.

Margarida de Papelão encanta na sua inauguração – Até dia 24 de Novembro

Dando continuidade ao trabalho de promoção da cultura, desta vez através do artesanato, no passado dia 17 de Novembro o Salão Nobre da Junta de Freguesia acolheu, num clima de alegria e surpresa para todos aqueles que marcaram presença, a exposição Margarida de Papelão.
Uma exposição que está, pela primeira vez, patente ao público e que apela para a importância da reciclagem de materiais, especialmente do papelão, encantou os presentes despertando-lhes sentimentos únicos.
Aproveite para descobrir este magnífico mundo de Margarida de Papelão até este domingo, dia 24 de Novembro.
Contamos consigo!

30º aniversário da Convenção Sobre os Direitos da Criança, uma data que importa lembrar

Celebra-se hoje, 20 de novembro, o 30º aniversário da Convenção Sobre os Direitos da Criança, documento que enuncia um amplo conjunto de direitos civis, políticos, económicos, sociais e culturais – de todas as crianças, bem como as respectivas disposições para que sejam aplicados.
A Convenção assenta em quatro pilares fundamentais que estão relacionados com todos os outros direitos das crianças:
  • – A não discriminação, que significa que todas as crianças têm o direito de desenvolver todo o seu potencial – todas as crianças, em todas as circunstâncias, em qualquer momento, em qualquer parte do mundo.
  • – O interesse superior da criança deve ser uma consideração prioritária em todas as acções e decisões que lhe digam respeito.
  • – A sobrevivência e desenvolvimento sublinha a importância vital da garantia de acesso a serviços básicos e à igualdade de oportunidades para que as crianças possam desenvolver-se plenamente.
  • – A opinião da criança que significa que a voz das crianças deve ser ouvida e tida em conta em todos os assuntos que se relacionem com os seus direitos.

Considerando que os direitos da criança são fundamentais para o seu desenvolvimento, e que os mesmos deveriam estar implementados, no dia-a-dia, em todos os estados do mundo, a Junta de Freguesia do Samouco associa-se a esta importante data, sensibilizando todos para a importância da mesma.

FlexIP – EDP volta a escolher o Samouco para projecto piloto

No passado dia 15 de Novembro, o Salão Nobre da Junta de Freguesia do Samouco foi palco da apresentação do projecto piloto FlexIP – Sistema de Controlo e Telegestão de Iluminação Pública, projecto este desenvolvido no âmbito do INTEGRID e que procura melhorar a qualidade serviço de iluminação pública, tornando-a mais eficaz e reduzindo custos.
O projecto está a ser desenvolvido em 26 luminárias LED existentes na zona da Quinta da Caixeira, nas Ruas Fernando Lopes Graça e do Poder Local e na Praceta Manuel Bernardo Gonçalves, através de um sensor de movimento de pessoas e veículos. Pretende-se com o mesmo adequar o fluxo luminoso, após a detecção do movimento, durante um intervalo de tempo, podendo ser ajustado de acordo com as condições meteorológicas, possibilitando ainda o envolvimento da comunidade através do código QR.
Para o executivo da Junta de Freguesia é com satisfação que o Samouco é, uma vez mais, alvo de preferência por parte da EDP para implementação de um projecto que será disseminado por todo o país.

Exposição “Margarida de Papelão” – de 17 a 24 de Novembro na Junta de Freguesia

Continuando o trabalho de promoção do artesanato, o Salão Nobre da Junta de Freguesia do Samouco recebe, de 17 a 24 de Novembro, a exposição “Margarida de Papelão”, de Paula Margarida Pimentel.

A exposição, que apela para a importância da reciclagem e onde os materiais ganham vida num mundo de fantasia, poderá ser visitada nos dias de semana das 10h00 às 12h00 e das 14h30 às 17h00, sábado e domingo das 15h00 às 18h00.

Sendo esta a primeira vez que esta exposição estará aberta ao público, não pode deixar de ser motivo de orgulho para a Junta de Freguesia o facto da artesã pretender dar a conhecer o seu trabalho na nossa vila.

Uma exposição que, decerto, não vai querer perder.

Esperamos por si!